terça-feira, 31 de maio de 2011

rumos



Quando a vida toma um certo rumo,
mesmo que seja de bem ficar no prumo,
no gosto doce que ela traz
há um amargo,
que amarra a boca feito caju,
carambola,
limão cravo,
gosto de fruta fora do tempo.
Não sei se é melhor tomar o suco,
ou assoprar a poeira,
ou  respirar
o(u) se(u) sumo.


foto: Ugo Perissinotto



domingo, 29 de maio de 2011

quietude



Hoje quero me aquietar.
Não me importam as palavras.
Não importa o que digam,
não direi nada.
Quero minha alma plena de silêncio.
Não me importarei com os sons da ausência,
nem mesmo quando ela insistir
em bater na minha porta
para me trazer lembranças.
Mesmo que a dor grite,
eu silenciarei.




Foto: Ugo Perissinotto 
sepulcro de Boccaccio- Certaldo Alto - Toscana

frases do dia


" O luar é a luz do sol que está dormindo..."


" A saudade é o que faz as coisas pararem no tempo."


" O amor é quando a gente mora um no outro."


Mário Quintana

sábado, 28 de maio de 2011

os degraus


Não desças os degraus do sonho
para não despertar os monstros.
Não subas aos sótãos - onde
os deuses, por trás das suas máscaras,
ocultam o próprio enigma.
Não desças, não subas, fica.
O mistério está é na tua vida!
E é um sonho louco este nosso mundo...


Mario Quintana - Baú de Espantos

quarta-feira, 25 de maio de 2011

vida em movimento


Sentir na pele o tempo, um arrepio.
Alimentar-se de qualquer brisa que traga a vida.
Prostituir-se com os sonhos,
comemorar as lembranças.
Deixar fluir como a pulsação
da palavra que vai e volta,
Enebriar-se de calma
para o próximo parto,
assim que o sol nascer.


foto: Ugo Perissinotto

Gianna Nannini - Sei nell'anima

trem das cores

terça-feira, 24 de maio de 2011

a espera


A noite negra avança.
Meus olhos cegos
não encontram os teus.
Meu corpo em agonia
suspira uma ilusão.
A lua que me falta
deve estar na tua noite,
clareando a tua rua,
acalentando teu sono.
Logo ela virá,
me contando o teu sonho.
Então, eu dormirei.



foto: Ugo Perissinotto 
( escultura etrusca - Museu Arqueológico de Volterra)

sexta-feira, 13 de maio de 2011

Volterra


A flor nasce na pedra
seca.
A semente
na mente, germina e brota,
vive nos portões
e portais.
A vida acontece
num vaso, num abraço, na sombra
como se a história fosse luz
e essa luz, 
uma  porta
sempre aberta
pra voltar .
Vou terra.


fotos: Ugo Perissinotto ( Volterra-Toscana- It.)

terça-feira, 10 de maio de 2011

um dia ou outro...


Sempre, um dia atrás do outro,
 alguém escondido
no bordado da cortina,
espera com flor,
aquela carta de amor
que um dia vai chegar.


foto: Ugo Perissinotto ( em Certaldo Alto)

sábado, 7 de maio de 2011

pôr do sol em Pancole



...Pois o sol se vai e depois se volta;
Mas quando cessar nossa breve luz
será a noite uma eterna dormida.
Me dê mil beijos e depois mais cem.
Então, outros mil, depois outro cento
e mais mil e depois outra centena.
Então, com tantos beijos de sobejo,
guardemos a soma e confundamos
os invejosos que podem querer
saber o tanto de beijos beijados.


Catulo (84-c.54 a.C.)
Tradução: Josenildo Marques




foto: Ugo Perissinotto  - Tramonto (Pancole-Toscana)


sonho medieval



Teus sonhos me levaram no tempo.
Vivi batalhas e duelos,
encontrei cavaleiros
heróis e moribundos.
Me espelhei nas mulheres sofridas,
guerreiras.
Vibrei  em  tuas vitórias
e me perdi em labirintos.
Me despi da armadura,
me entreguei ao perigo
com coragem de rainha,
até ser resgatada
pelos teus braços fortes,
me embriagando
com  o cheiro doce
do teu amor.


foto: Ugo Perissinotto ( Certaldo Alto -Toscana- Itália)

quarta-feira, 4 de maio de 2011

magia


Hoje eu corri,
tentei estar em tempo,
mas o sol se foi
antes que eu chegasse
na nossa janela.
Nas cores que ele deixou,
percebi
que o teu olhar se transformou
desde que nele
me perdi.


foto: Ugo Perissinotto ( em Certaldo Alto - Toscana)

domingo, 1 de maio de 2011

candeeiro


na escuridão do teu céu
me faço estrela
no espelho dos meus olhos
você é luz


foto: Ugo Perissinotto