domingo, 3 de outubro de 2010

as cores de um país



Primeiro, o vermelho,
cor do sangue derramado,
de um tempo (in)feliz,
que tomou a cor
de uma bandeira amarelada ,
cor de dor-de-ser-sem o-p-ção.
cor de laranja

Também uma certa cor  azul 
que misturou  com amarelo,
não ficou verde,
ficou marron,
faltou água e coração

Verde,
que te queriamos verde!
Misturado ao amarelo
disfarçou-se de turquesa
remexeu a terra,
faltou o adubo orgânico,
contaminou a raiz.

No tronco, magro e surrado
brotam folhas verdes,
que se anunciam, mas...
nos galhos amarelam,
num olhar infeliz.

Quem viveu vermelho,
não gosta de azul.
Quem pensa em cor de ouro,
gosta de  laranja , pôr do sol.
Quem gosta de verde,
que ajude a florescer!

Entre todas essas cores
vermelho, verde,
o amarelo, laranja
marron e azul...

Tomara que tenha 
um tempo branco,
um tempo de vitória,
com muitas estrelas,
pra que esse povo iluminado
possa se sentir mais feliz!

3 comentários:

Vital disse...

essa aquarela que nos faz...

Rolando disse...

oi. tudo blz? estive aqui. muito interessante . apareça lá. abraços.

Mariângela disse...

obrigada pela visita, Rolando. parabéns pelos seus blogs!
abraços