terça-feira, 21 de setembro de 2010

Meio ou inteiro?


Despetalando a margarida
a moça perguntava:
Ser meio amor,
ou dor inteira ?
A flor, doída, respondia:
Meio amor alegra,
sofre e morre.
Dor inteira dói,
mas passa.

Já não era mais margarida.


foto: net

4 comentários:

Textos e mais textos...É a vida... disse...

Ma,
vc é o máximo!
Poeta despertada de vez!
bjksssssss

Rolando disse...

Oi. Tudo blz? Muito legal. Apareça lá. Abraços.

Jose Ramon Santana Vazquez disse...

...traigo
sangre
de
la
tarde
herida
en
la
mano
y
una
vela
de
mi
corazón
para
invitarte
y
darte
este
alma
que
viene
para
compartir
contigo
tu
bello
blog
con
un
ramillete
de
oro
y
claveles
dentro...


desde mis
HORAS ROTAS
Y AULA DE PAZ


TE SIGO TU BLOG




CON saludos de la luna al
reflejarse en el mar de la
poesía...


AFECTUOSAMENTE
MARIANGELA



ESPERO SEAN DE VUESTRO AGRADO EL POST POETIZADO DE CACHORRO, FANTASMA DE LA OPERA, BLADE RUUNER Y CHOCOLATE.

José
Ramón...

Mariângela disse...

bem vindo José Ramon! Obrigada pelo seu comentário. Gostei demais!! Visitei seus blogs . São excelentes!
beijos e obrigada!