domingo, 18 de abril de 2010

colhendo flores


(foto de Ugo Perissinotto)

ouvindo chico,
trocando em miúdos,
ensurdeço
para umas poucas palavras,
tuas,
que ainda teimam
nos meus ouvidos.
mergulho,
me acolho
e me atento
ao som
cadenciado
e calmo
do meu coração
resgatado.
colho flores,
enfeito a minha casa.
te ofereço um buque.


...........................

3 comentários:

Flor ♥ disse...

Chico sempre inspira o nosso coração de poeta...

Beijos, boa semana!

Textos e mais textos...É a vida... disse...

CHico é o melhor.
E vc tb!

dani carrara disse...

nossa que bonitooo
abs